SP inicia restrição a caminhão pequeno com pouco trânsito

Com a nova regra, o sistema de rodízio continua, mas o horário de circulação dos VUCs foi reduzido

Solange Spigliatti, estadao.com.br

01 de agosto de 2008 | 08h09

O trânsito ainda estava tranquilo, com poucos pontos de lentidão, por volta das 7h45 desta sexta-feira, 01, em São Paulo, no primeiro dia de validade de novas medidas de restrição ao trânsito dos caminhões de pequeno porte, os VUCs. Segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), o índice de congestionamento registrado às 8 horas desta sexta-feira, 1, era de 15 quilômetros, a maioria localizada na zona leste da Capital, que concentrava 10 quilômetros de trânsito complicado. Veja tambémAcompanhe a situação do trânsito rua-a-rua Entenda as novas medidas contra o trânsito Conheça o histórico do trânsito na cidade  De acordo com a CET, nenhum acidente foi registrado no período, apenas oito veículos, entre ônibus e caminhões, quebrados atrapalhavam o fluxo em vias importantes da cidade, como as Avenidas 23 de Maio e Santo Amaro. Os caminhões de pequeno porte, únicos veículos de carga que atualmente têm acesso ao centro expandido de São Paulo durante o dia, agora poderão circular apenas das 10 às 16 horas, dependendo da placa. Segue liberada a circulação das 21 às 5 horas. É a terceira medida da Prefeitura em pouco mais de um mês para melhorar a fluidez do trânsito restringindo veículos grandes.  Com a nova regra, o sistema de rodízio continua, mas o horário de circulação dos VUCs foi reduzido. O acesso segue liberado para todas as placas das 21 às 5 horas. O decreto 49.636/08 prevê que esse formato seja utilizado até 31 de outubro. Após essa data, os VUCs também estariam proibidos no centro expandido das 5 às 21horas. O prefeito Gilberto Kassab, no entanto, abriu a possibilidade de suspender essa proibição.  Piores trechos congestionados - Marginal Tietê, sentido Castelo Branco, pista expressa, entre Pontes Jânio Quadros e Aricanduva, com 4.160 metros; pista local, entre Ponte Jânio quadros e Hospital Vila Maria, com 2.990 metros; - Ligação Leste-Oeste, sentido Lapa, entre Avenida Vinte e Três de Maio e Viaduto Alcântara Machado, com 1.620 metros; - Avenida Luiz Ignácio de Anhaia Mello, sentido Centro, entre Viaduto Grande São Paulo e Rua Itamumbuca, com 1.510 metros; - Avenida dos Bandeirantes, sentido Marginal, entre Viadutos Jabaquara e Aliomar Baleeiro, com 1.100 metros;  Situação dos principais corredores  Zona sul- Avenida dos Bandeirantes: lentidão no sentido Marginal, entre Viadutos Jabaquara e Aliomar Baleeiro, com 1.100 metros- Marginal Pinheiros: trânsito normal- Avenida Morumbi: trânsito normal- Avenida Ibirapuera: trânsito normal Zona oeste- Avenida Rebouças: trânsito normal- Ligação Leste-Oeste: morosidade no sentido Lapa, entre Avenida Vinte e Três de Maio e Viaduto Alcântara Machado, com 1.620 metros- Avenida Francisco Morato: trânsito normal Zona norte- Marginal Tietê: tráfego carregado no sentido Castelo Branco, pista expressa, entre Pontes Jânio Quadros e Aricanduva, com 4.160 metros; pista local, entre Ponte Jânio quadros e Hospital Vila Maria, com 2.990 metros- Corredor norte-sul: trânsito normal- Avenida Cruzeiro do Sul: trânsito normal- Avenida Braz Leme: motorista encontra trânsito congestionado no sentido Centro, entre Ponte da Casa Verde e Rua Zanzibar  Zona leste- Radial Leste: lentidão no sentido Centro, pista expressa, entre Ruas Wandenkolk e Piratininga; e entre Viaduto Pires do Rio e Rua Carlos Ferraci - Avenida Aricanduva: trânsito normal- Avenida Salim Farah Maluf: trânsito normal Centro - Avenida do Estado: trânsito normal- Avenida Paulista: trânsito normal

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.