SP: Gari é indiciado após cantar 'Ai, se eu te pego' para mulher de oficial da PM

Coletor de lixo teria xingado o capitão após ele se identificar como policial em Votuporanga

Chico Siqueira, especial para O Estado de S.Paulo

16 de janeiro de 2012 | 20h01

ARAÇATUBA - O gari Wellington Miranda Paz, de Votuporanga, a cerca de 530 km de São Paulo, foi indiciado após cantar a música "Ai, se eu te pego" para a mulher de um oficial da Polícia Militar.

 

O capitão caminhava com a mulher em uma das avenidas da cidade, na quinta-feira, quando o coletor de lixo, que tem passagens pela a polícia, fez as gracinhas e depois, ao reconhecer o PM, passou a xingá-lo e a ameaçá-lo.

O delegado Ali Hassan Wanssen, do 3º Distrito Policial, indiciou o gari por desacato. "O PM não se importou com a música, nem foi tirar satisfação com o gari. Mas quando foi desacatado e ameaçado de morte, não teve outra alternativa a não ser denunciar o gari", explicou o delegado.

Tudo o que sabemos sobre:
gariofensapolicialSPMichel Teló

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.