SP espera realizar 4 milhões de inspeções veiculares em 2010

A partir deste ano, inspeção avalia também níveis de ruído; quem não realizar revisão pagará multa de R$ 550

estadao.com.br,

01 Fevereiro 2010 | 17h19

Começou nesta segunda-feira, 1º, em São Paulo, a inspeção veicular obrigatória de 2010, para veículos com placa final 1. A Prefeitura estima neste ano que 4 dos 6 milhões de veículos de sua frota façam a inspeção. Até o ano passado, a vistoria era obrigatória apenas para motos, carros fabricados a partir de 2003 e veículos a diesel. Neste ano, ela abrange toda a frota registrada, exceto veículos fabricados e licenciados em 2010.

 

Veja também:

Radar deve detectar quem não faz inspeção a partir de março

lista Entenda a inspeção veicular para todo País e veja cronograma de SP

 

O prefeito da capital, Gilberto Kassab (DEM), anunciou detalhes sobre a inspeção em 2009. Segundo ele, 241 motoristas foram multados por não ter feito a medição durante o ano. Quem não fez a inspeção no ano passado pode fazê-la neste ano, pagando a taxa de R$ 56,46 - a partir deste ano, sem reembolso - e uma multa de R$ 44,00. O agendamento é feito no site do Controlar (www.controlar.com.br)

 

A partir deste ano, a inspeção vai avaliar também os níveis de ruído, e não apenas as emissões de gases poluentes, como acontecia anteriormente. Mas a reprovação por excesso de barulho começa a valer somente em 2011.

 

A lei municipal que criou o programa de inspeções prevê multa de R$ 550 ao proprietário do veículo que for flagrado trafegando irregularmente na cidade. Além da multa, a legislação prevê também o bloqueio automático do licenciamento do veículo que perder o prazo da vistoria obrigatória.

 

por Eduardo Roberto e Gabriel Pinheiro, do estadao.com.br

Mais conteúdo sobre:
inspeção veicular Kassab

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.