Governo de São Paulo/Divulgação
Governo de São Paulo/Divulgação

SP dá início a remoção de veículos apreendidos para pátios do interior

Previsão do governo é retirar mais de 9 mil carros e motos de delegacias em até 90 dias; novas áreas contam com 28,6 mil vagas

Luiz Fernando Toledo, O Estado de S. Paulo

11 de setembro de 2015 | 14h33

SÃO PAULO - Os veículos apreendidos pela Polícia Civil começaram nesta sexta-feira, 11, a ser transferidos para pátios no interior de São Paulo. A ação teve início com a remoção de 310 carros e motos que estavam sob responsabilidade do 72° Distrito Policial (Vila Penteado), na zona norte da capital. Os veículos serão levados para um novo pátio em Araçariguama, na região de Sorocaba.

De acordo com o governador Geraldo Alckmin, a previsão é levar mais de 9 mil carros e motos de delegacias paulistanas em até 90 dias. Já novos veículos que chegarem, segundo o governador, terão duas horas para serem removidos dos pátios após o registro policial. As novas áreas contam com 28,6 mil vagas.

A vantagem, ressaltou Alckmin, é fazer com que a polícia priorize investigações e não precise tomar conta do material apreendido, além de zelar pela saúde publica.

Durante a primeira ação, alunos da Escola Estadual Professor Walfredo Arantes Caldas, que fica ao lado da delegacia, fizeram um ato agradecendo a remoção. Segundo a professora de Arte Silvely de Oliveira, o local era alvo do mosquito da dengue.

Mais conteúdo sobre:
São PauloGeraldo Alckmin

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.