Sorocaba solicita água de represas particulares para abastecimento

Além da estiagem, temperaturas elevadas do inverno mantêm alto o consumo; reservatório que atende a região tem 25% da capacidade

José Maria Tomazela, O Estado de S. Paulo

01 Julho 2014 | 15h45

SOROCABA - O Serviço Autônomo de Água e Esgotos (Saae) de Sorocaba já requisitou a água de represas particulares para complementar o abastecimento nas regiões do Éden, Cajuru e Aparecidinha, zona leste da cidade. A represa que atende a região, com cerca de 100 mil habitantes, está com o nível reduzido a 25% da capacidade por causa da estiagem. A autarquia deu início a obras para direcionar as águas dos mananciais privados para o Ribeirão Ferraz, formador da represa.

O plano emergencial prevê ainda a reativação de poços artesianos públicos na região. Os proprietários não tinham, até a tarde desta segunda-feira, 1º, oferecido resistência à cessão da água.

De acordo com o diretor da autarquia, Fábio de Castro, além da falta de chuvas, as temperaturas elevadas do inverno mantêm o consumo alto. No restante da cidade, abastecido pela Represa de Itupararanga, o abastecimento permanece normal.

Mais conteúdo sobre:
Sorocaba abastecimento água

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.