Solvente causa intoxicação em 30 pessoas na zona leste de SP

Todos foram levados para hospitais; Rua Padre Adelino, onde aconteceu o incidente, foi interditada

Ana Carolina Moreno, do Jornal da Tarde,

14 de agosto de 2007 | 15h01

Um">Um pano úmido com solvente foi responsável pelo mal-estar em massa nos funcionários da empresa de telemarketing Atento Brasil, nesta terça-feira, 14, no Belém, zona leste de São Paulo.   Das 1.800 pessoas que estavam no local, pelo menos 30 pessoas foram encaminhadas a cinco hospitais da região por intoxicação leve. A maioria mulheres, algumas grávidas, mas não houve necessidade de internações. Pela manhã, dezenas de pessoas reclamaram de fraqueza, mal-estar, irritação nos olhos e dor de cabeça e, por volta das 10 horas, o Corpo de Bombeiros foi acionado e retirou os funcionários do prédio. "Vi quatro pessoas desmaiadas", informou uma auditora que não quis se identificar.   Apesar de ninguém ter se ferido gravemente, o pânico tomou conta dos funcionários. Alguns relataram que pessoas foram carregadas para fora pelos próprios colegas. Em nota, a Atento Brasil afirmou que a maioria teve "sintomas de crise nervosa".   Às 13 horas, o prédio já havia sido liberado pela Defesa Civil e a empresa voltou a operar. A hipótese inicial era de que haveria um vazamento de gás nas dependências da empresa, que presta serviços de atendimento a clientes de bancos e uma seguradora. Mas a perícia dos bombeiros, Defesa Civil, Cetesb, Comgás e Eletropaulo não encontrou vestígios.   A única anormalidade, segundo o Tenente Coronel Luciano Daniel, foi um pano com solvente encontrado dentro de uma lixeira na entrada da empresa. Para ele, o cheiro pode ter se espalhado pelo sistema de ventilação. "Com o tempo, começou a incomodar pessoas mais suscetíveis", afirmou o tenente.

Tudo o que sabemos sobre:
intoxicação

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.