Soldado morre após treinamento do Bope

O soldado da Polícia Militar Eduardo Marcelo Medeiros dos Santos, de 28 anos, morreu na madrugada de ontem, após sentir-se mal durante treinamento do Batalhão de Operações Especiais (Bope), na sede da unidade, em Laranjeiras, zona sul do Rio. Outros três policiais também foram internados durante o treinamento, mas já tiveram alta.

Gabriela Moreira / RIO, O Estado de S.Paulo

10 de novembro de 2010 | 00h00

Segundo a PM, Santos morreu em consequência de insuficiência renal. Ele e os outros três policiais participavam de uma instrução tática individual para ensinamento de técnicas como rolamento e rastejamento. Após cerca de três horas de atividade, os quatro apresentaram sinais de tontura e mal-estar e foram levados para o Hospital Central da PM, no Estácio, zona norte.

De acordo com o relações-públicas do Bope, capitão Ivan Blaz, os médicos identificaram que os policiais estavam desidratados. "Eles foram medicados. Por volta das 4h, o Eduardo apresentou um quadro de insuficiência renal, teve convulsões e morreu", relatou. O enterro será hoje, no cemitério Jardim da Saudade, em Sulacap. A PM instaurou uma Averiguação Sumária sobre o caso.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.