Soldado é baleado ao defender família em Guarulhos

Dois ocupantes de uma motocicleta foram detidos como suspeitos: ferido, um deles deu entrada em hospital

Ricardo Valota, da Central de Notícias,

19 Janeiro 2010 | 06h22

O soldado Davi Ribeiro Bessa, de 30 anos, foi atingido por três tiros, no final da noite de segunda-feira, 18, ao defender a família de bandidos no momento em que entrava em casa, no Jardim City, em Guarulhos, região leste da Grande São Paulo.

 

À paisana, porém armado, Bessa, que é lotado na 3ª Companhia do 15º Batalhão, foi abordado por dois bandidos que anunciaram o assalto e pretendiam entrar na casa do policial.

 

Acompanhado de familiares, o policial achou melhor reagir, dando início a uma troca de tiros.

 

Baleado na clavícula, que ficou fraturada, e duas vezes na perna, o soldado foi encaminhado ao pronto-socorro do Hospital Padre Bento, onde segue internado, mas já fora de perigo. Os bandidos fugiram supostamente a pé e nada levaram das vítimas. O caso foi registrado no 2º Distrito Policial, da Vila Galvão.

 

Suspeitos

 

Minutos depois do assalto, um desconhecido deu entrada baleado no pronto-socorro do Vila São João, também em Guarulhos. Uma moto teria deixado o rapaz ferido no local. Policiais militares foram acionados e localizaram a moto e o suspeito que a pilotava. Tanto o motoqueiro como o rapaz baleado serão ouvidos pela polícia, que desconfia da ligação deles com o ocorrido em frente à casa do soldado.

Mais conteúdo sobre:
PM baleado

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.