Soldado do Exército é detido por assaltar adolescentes em SP

Ele deve ser entregue à Polícia do Exército após roubar celulares, tênis e R$ 4,20 de jovens em Alphaville

Andressa Zanandrea, do Jornal da Tarde,

16 de outubro de 2007 | 12h52

Um soldado do Exército foi baleado em uma troca de tiros com Guardas Civis Municipais e detido sob suspeita de roubo, em Barueri, na Grande São Paulo. O tiroteio teria ocorrido depois que Luciano Demétrio Santos, de 23 anos, assaltou quatro adolescentes em Alphaville. Ele teria tentado fugir após o furto, que aconteceu na noite de segunda-feira, 15. Segundo a Guarda Civil Metropolitana, os adolescentes teriam sido assaltados em frente a um supermercado de Alphaville. Ricardo Gomes de Santana, de 23 anos, era comparsa de Santos no roubo. A dupla - que estava em uma moto e armada com uma pistola 7.65, cuja numeração estava raspada - teria roubado quatro celulares, quatro pares de tênis e R$ 4,20 em dinheiro, e fugido em seguida. A ação, no entanto, foi flagrada pelas câmeras de segurança que monitoram o centro comercial onde fica o supermercado e a guarda foi acionada. A dupla foi localizada pela GCM, mas não se entregou, o que deu início a uma perseguição, que terminou em tiroteio. Santos foi atingido por quatro disparos e está internado no Serviço de Atendimento Médico de Barueri, mas não corria risco de morte. Ele será entregue à Polícia do Exército. Santana será levado para a cadeia pública.

Tudo o que sabemos sobre:
soldado preso

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.