Soldado da PM morre em acidente durante perseguição em Diadema

Viatura policial bateu contra uma árvore na Av. Doutor Ulysses Guimarães

Ricardo Valota,

03 Abril 2012 | 08h44

São Paulo, 3 - A soldado Regiane Cristina Duarte, de 40 anos, lotada na 2ª Companhia do 24º Batalhão da Polícia Militar, morreu, no final da noite de segunda-feira, 2, após a viatura, ocupada por ela e por um soldado, bater contra uma árvore na altura do nº 1.330 da Avenida Doutor Ulysses Guimarães, na Vila Conceição, em Diadema, no Grande ABC. O soldado, com ferimentos leves, foi encaminhado para o Hospital Municipal de Diadema (HMD).

Os dois policiais, com auxílio de outra viatura da PM, perseguiam um Hyundai i30 prata roubado, no qual havia pelo menos dois suspeitos. O veículo segundo a PM, havia sido roubado na mesma noite e o motorista, vítima de sequestro relâmpago, já não estava mais em poder dos criminosos. PMs da segunda viatura chegaram a trocar tiros com os ocupantes do Hyundai, que foi abandonado mais à frente após problemas mecânicos. Um dos dois ocupantes foi baleado e morreu. O outro, mesmo ferido, conseguiu fugir a pé.

A soldado Regiane Cristina Duarte estava na corporação havia oito anos. O caso foi registrado no 3º Distrito Policial de Diadema.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.