Soldado da PM mata homem em discussão em bar na zona sul

Policial militar afirma que atirou para se defender, porque vítima apontou arma contra ele

Daniela do Canto, do estadão.com.br,

04 Fevereiro 2009 | 06h18

Um policial militar matou um homem durante uma discussão em um bar na madrugada desta quarta-feira, 4, na altura do número 375 da rua Cubatão, na Vila Mariana, zona sul de São Paulo. Segundo as informações já colhidas pela Polícia Civil, o soldado da 2ª Companhia do 12º Batalhão Eduardo Guerrero Meiggre, de 34 anos e Deibi Willians dos Santos Giordano, discutiram dentro do bar por volta das 2h30. Meiggre baleou Giordano na cabeça. Ele foi socorrido ao Pronto-Socorro Vergueiro, mas não resistiu aos ferimentos. Uma arma de brinquedo foi apresentada na delegacia. O soldado afirma que atirou para se defender, porque Giordano apontou essa arma contra ele. O caso está sendo registrado no 36º Distrito Policial (Vila Mariana).

Mais conteúdo sobre:
assassinatohomicídio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.