Soldado da PM é assassinado na zona norte de SP

De licença médica há dois anos, ele reagiu a assalto; sua moto foi levada

Ricardo Valota, do estadão.com.br,

21 de novembro de 2007 | 03h55

O soldado Rogério Almeida de Araújo, de aproximadamente 30 anos, foi assassinado a tiros no início da madrugada desta quarta-feira, 21, no bairro do Limão, zona norte da capital paulista, ao reagir a um assalto. De licença médica há cerca de dois anos, após ter sofrido um acidente com um rojão e ter perdido parte dos dedos de uma das mãos, o soldado estava em sua Honda CB 500 cc e seguia para sua casa pela Avenida Nossa Senhora do Ó quando, na altura do nº 1.050, foi abordado por dois motoqueiros. Armado com uma pistola 380, de uso pessoal, o policial não chegou a atirar nos desconhecidos, mas foi atingido por vários disparos, morrendo no pronto-socorro do Hospital de Vila Nova Cachoeirinha. Apenas a moto foi levada.

Tudo o que sabemos sobre:
violênciaassassinato

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.