Software trava bebida no caixa de supermercado

Sistema identifica bebida alcoólica pelo código de barras e obriga o caixa a pedir RG do cliente para liberar a compra

O Estado de S.Paulo

22 Novembro 2011 | 03h01

Um novo software utilizado por algumas das principais redes de supermercado de São Paulo identifica, pelo código de barras, a venda de qualquer bebida alcoólica no caixa. O sistema trava a compra se o cliente não apresentar o documento de identidade ao funcionário. Para liberar a venda, o caixa tem de digitar a data de nascimento do cliente na máquina que, automaticamente, permite a compra do produto só para maiores de 18 anos.

O programa está disponível em todas as lojas Pão de Açúcar, Extra, Assaí e Walmart de São Paulo. Todas as unidades vendem de latas de cervejas a garrafas de uísque.

Para assegurar o cumprimento da legislação e afastar o risco de multa, o Grupo Pão de Açúcar também ampliou a faixa etária considerada de "risco". Desse modo, o alerta emitido pelo software é seguido para pessoas que aparentam ter até 25 anos. Para comunicar a iniciativa aos clientes, a empresa planeja fazer veicular uma grande campanha em alguns dos principais veículos de mídia do País.

O Carrefour não modificou o sistema de compras de suas lojas. A empresa, no entanto, afirmou que reconhece a importância da Lei 14.592 e atende às exigências do governo do Estado e do Estatuto da Criança e do Adolescente. Funcionários que atuam como caixas receberam treinamento./A.F.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.