Sobrevivente de chacina ganha proteção judicial

O único sobrevivente da chacina ocorrida anteontem no Real Parque, Morumbi, na zona sul, foi incluído no programa estadual de proteção à testemunha. C., de 21 anos, resistiu ao ataque que deixou quatro mortos. Três corpos foram encontrados na manhã de domingo dentro de um carrinho usado para recolher material reciclável. Segundo a polícia, o crime tem relação com o tráfico de drogas na favela do Real Parque.

, O Estado de S.Paulo

21 Dezembro 2010 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.