DENIS MACIEL / DIARIO GRANDE ABC
DENIS MACIEL / DIARIO GRANDE ABC

Sobe para 2 o número de mortos após chuvas em São Bernardo

Mulher de 63 anos ficou presa em veículo com a neta de 3, foi socorrida, mas não resistiu; homem foi arrastado quando carregava bicicleta, segundo SSP

Paula Felix, O Estado de S.Paulo

24 de novembro de 2018 | 16h19

SÃO PAULO - A morte de mais uma pessoa após as fortes chuvas que atingiram a cidade de São Bernardo do Campo, no ABC Paulista, foi confirmada na manhã deste sábado, 24, pela Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP) e pela prefeitura do município.

Segundo a SSP, Maria Luzinete de Andrade, de 63 anos, estava com a neta, de 3 anos, em um veículo que foi arrastado pela enchente na Rua Joaquim Nabuco. Bombeiros conseguiram tirar as duas do carro e elas foram encaminhadas para o Pronto-Socorro Central da cidade, mas a mulher não resistiu e morreu por volta das 20h30.

Em nota, a prefeitura de São Bernardo informou que a criança está internada em estado grave na UTI pediátrica do hospital e respira com ajuda de aparelhos.

A gestão municipal disse que cerca de 150 profissionais de limpeza e manutenção devem trabalhar ao longo do final de semana na cidade e que equipes da Defesa Civil, da Guarda Civil Municipal e do Departamento de Trânsito também estão atuando "para minimizar os danos causados pela chuva". A prefeitura classificou a enchente como uma das maiores da história da cidade.

"Na região central do município, foram registrados 45 milímetros de chuva em pouco mais de uma hora; No Parque dos Pássaros, foram 62 milímetros no mesmo período; Jardim Silvina: 43 milímetros; e Jordanópolis: 48 milímetros. O volume foi muitas vezes superior ao previsto para ao longo de todo o dia, que era de 11 milímetros de chuva", diz, no comunicado.

Nesta sexta-feira, 23, já tinha sido confirmada a morte de um homem, que foi encontrado na Praça Samuel Sabatine. Segundo a SSP, testemunhas disseram que ele tentou passar pela enchente carregando uma bicicleta e foi levado pela enxurrada. A vítima ainda não foi identificada.

Alagamentos

O temporal ocorreu entre a tarde e o início da noite desta sexta, atingindo cidades da região metropolitana de São Paulo. O Corpo de Bombeiros recebeu 118 chamados para atuar em enchentes e registrou 30 quedas de árvores.

Uma casa desabou em Mauá, mas ninguém ficou ferido. Em Santo André, cidade mais afetada, um homem, uma mulher e uma criança tiveram de ser resgatados de um caminhão com auxílio de um helicóptero. Eles foram deixados em segurança em quadra poliesportiva próxima.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.