Epitácio Pessoa/Estadão
Epitácio Pessoa/Estadão

Sobe para 14 o número de mortos no município de Itaoca, em São Paulo

Corpo de Diocleciano José da Rocha, de 75 anos, foi localizado a 600 metros do local em que ele foi arrastado pelas águas

José Maria Tomazela, O Estado de S. Paulo

16 de janeiro de 2014 | 15h25

SOROCABA - Mais um corpo foi encontrado em Itaoca, no sudoeste paulista, no início da tarde desta quinta-feira, 16, elevando para 14 o número de vítimas identificadas após o temporal que atingiu o município na madrugada de segunda-feira, 13. O corpo de Diocleciano José da Rocha, de 75 anos, foi localizado a 600 metros do local em que ele foi arrastado pelas águas, no bairro do Lageado.

De acordo com a Polícia Civil, outros dois corpos que podem ser de vítimas do temporal estão aguardando identificação. Um deles foi achado boiando no rio Ribeira, próximo de Iporanga.

Chuvas. Pancadas de chuva que caíram na manhã e no início da tarde desta quinta-feira, 16, na região dificultavam as buscas por desaparecidos em Itaoca, no sudoeste paulista. Com a chuva, foram acelerados os trabalhos de desobstrução do Rio Palmital para evitar o risco de nova enchente. O bairro do Guarda Mão, um dos mais atingidos, pode ser interditado pela Defesa Civil.

O corpo de Luciano Rodrigues dos Santos, 25 anos, um dos último a ser reconhecido, foi sepultado na manhã desta quinta-feira, 16.

Tudo o que sabemos sobre:
itaocachuvas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.