Só cinco Estados regulamentaram sistema até agora

Só cinco Estados estão prontos para fazer aulas com simuladores, segundo levantamento do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran): São Paulo, Rio, Minas, Rio Grande do Sul e Acre. Santa Catarina também publicou portaria em dezembro regulamentando essa etapa para obtenção da carteira de motorista, mas não confirmou se ela já vigora.

Luciano Bottini Filho, O Estado de S.Paulo

03 de janeiro de 2014 | 02h03

Para que a direção virtual entre em funcionamento, é preciso que os Detrans tenham sua rede adaptada. Segundo o Denatran, todos os Estados têm de publicar portarias, mas, como a previsão é de que os novos alunos só façam simulações a partir de fevereiro, o órgão prevê que haverá tempo para a instalação do sistema.

O preço da aula não é tabelado, mas cada Estado pode definir o valor em portaria. Rio Grande do Sul e Santa Cantaria adotaram preços mais altos do que a aula prática. Os gaúchos pagarão R$ 46,80 pela simulação e R$ 35 pela prática. Os catarinenses, R$ 56,85 e R$ 39, respectivamente.

"Há uma incoerência, mas não é o preço da aula simulada que está muito alto, é o da prática que está abaixo do que deveria", diz Magnelson Carlos de Souza, presidente da Feneauto.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.