Skinhead é preso por cárcere privado

O skinhead Onilmar Rocha de Queiroz, de 31 anos, foi preso ontem acusado de manter sua companheira em cárcere privado e forçá-la a praticar sexo contra a vontade. Na casa de Queiroz, em Pinheiros, zona oeste de São Paulo, policias da Rota encontraram uma pistola, facas, dois socos-ingleses e bandeiras dos grupos extremistas Carecas do ABC e Carecas do Subúrbio. Queiroz foi um dos acusados de matar, em 2000, o adestrador de cães Édson Neris. Na época, foi liberado por não ser reconhecido.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.