Situação do Grajaú vai melhorar até outubro, diz Sabesp

A Sabesp informou que o fornecimento de água nos bairros da região do Grajaú vai ter a capacidade mais do que dobrada a partir de outubro, quando será inaugurado um reservatório que vai ampliar a capacidade de armazenamento de água de 10 milhões de litros para 25 milhões de litros. "Em razão do crescimento desordenado da região, com a presença de vários loteamentos irregulares, existe a possibilidade de eventuais intermitências no fornecimento de água neste ponto alto do bairro", informou a companhia.

O Estado de S.Paulo

18 Maio 2014 | 02h02

Sobre o problema específico da Rua Professor Francisco Marques de Oliveira Júnior, a Sabesp informa que "promoveu melhorias para regularização do abastecimento do local". A companhia ainda diz que a região de Parelheiros tem abastecimento normal. "Vale lembrar que a mesma recebeu grandes investimentos, como a construção de dois reservatórios de 10 milhões de litros cada", informa. Já na Estrada do Marsilac, a Sabesp diz não ter rede, "uma vez que a região está inserida em área de proteção ambiental, existindo, portanto, restrições legais para o sistema de distribuição de água". / D.Z.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.