Situação de feridos continua estável

A psicóloga Silvia Guerra seguia internada ontem no Hospital São Camilo. Parentes não autorizaram divulgação de boletim médico, mas, de acordo com a polícia, ela ainda tem estilhaços do disparo feito pelo administrador nas proximidades da carótida.

O Estado de S.Paulo

20 Outubro 2012 | 03h02

O oficial de justiça Marcelo Ribeiro de Barros foi baleado no peito. Anteontem, ele teve um litro de sangue retirado do pulmão. Depois, foi transferido para o Hospital Bandeirantes, na Liberdade. À tarde, seu quadro era estável.

O enfermeiro Márcio Teles de Lima foi atingido no rosto e, assim como Silvia, teve o maxilar fraturado. O projétil ficou na sexta vértebra cervical, pouco abaixo do pescoço. Segundo boletim do Hospital Alvorada, ele está consciente. / ARTUR RODRIGUES

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.