Reprodução
Reprodução

Site de Bia Doria é invadido por hackers e fica fora do ar

Página da futura primeira-dama de São Paulo passou a exibir matérias negativas sobre João Doria

O Estado de S.Paulo

10 de outubro de 2016 | 09h44

O site oficial de Bia Doria, esposa do prefeito eleito de São Paulo, João Doria (PSDB), foi invadido por hackers na tarde deste domingo. Horas depois do ataque, a página foi normalizada. Na manhã desta segunda-feira, porém, o endereço voltou a ficar fora do ar. 

No site da artista plástica foram publicadas notícias negativas sobre o futuro prefeito. A seção onde eram exibidas as obras de Bia Doria foi trocada por uma matéria do Jornal do Brasil, de 1991. O texto trata de uma quantia que Doria teria de devolver pelo período em presidiu a Embratur, entre 1986 e 1988. 

Os hackers também publicaram na página a entrevista que João Doria concedeu ao "SPTV", da Rede Globo. No vídeo, o então candidato do PSDB discute sobre uma disputa na justiça acerca de um terreno adicionado à sua mansão, em Campos do Jordão, sem a autorização do município. 

Em nota, João Doria declarou que "aqueles que promoveram esta agressão não compreendem que um dos maiores valores da democracia é o respeito pelas pessoas". 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.