SISTEMA VAI ALERTAR SOBRE OCORRÊNCIAS

Com softwares de gerenciamento de dados geográficos, monitoramento terá mais exatidão

SÃO FÉLIX DO XINGU, O Estado de S.Paulo

15 de setembro de 2013 | 02h10

Desde o mês passado, São Félix do Xingu ganhou uma ferramenta que poderá deixar mais claro o modo como o desmatamento tem avança no município. Lançado no fim de agosto, o Observatório Ambiental promete dar mais exatidão ao monitoramento ambiental, com softwares mais modernos de gerenciamento de dados geográficos.

Segundo os responsáveis, o observatório vai possibilitar a produção de boletins periódicos que indicarão desde novos locais para o cadastramento de terras até a tendência de ocorrência do desmatamento na região.

"O sistema vai abastecer São Félix de ferramentas espaciais, de tecnologia da informação e de comunicação para o monitoramento e o controle do desmatamento ilegal em escala municipal", afirma Bruno Kono, secretário municipal de Meio Ambiente. "Vai auxiliar ainda na definição de políticas públicas, no planejamento de estradas, pontes, escolas, enfim, nas definições estratégicas do município."

Pecuária. Uma equipe de técnicos está sendo capacitada para trabalhar em período integral na prefeitura para emitir alertas em caso de desmatamentos e focos de queimadas irregulares - mesmo com as medidas para combater o problema, a expansão da pecuária ainda pressiona o meio ambiente local.

Um dos objetivos das políticas locais é elevar a produtividade dos rebanhos para 2,5 cabeças de gado por hectare - atualmente, esta proporção é de cerca de 0,8. / B.D.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.