Sistema de registro de boletins de ocorrência em SP fica suspenso

Paralisação programada das 5 às 7 horas da manhã foi para manutenção do sistema

Priscila Trindade,

29 de junho de 2011 | 07h37

SÃO PAULO - O sistema usado pela Polícia Civil para registrar boletins de ocorrência em São Paulo ficou fora do ar das 5 às 7 horas da manhã desta quarta-feira, 29, para serviços de manutenção. Às 7h15, a Companhia de Processamento de Dados do Estado de São Paulo (Prodesp) não tinha informação sobre a normalização do serviço.

 

A suspensão do sistema afetou todas as delegacias de polícia e unidades especializadas do Estado. Os cidadãos que precisaram do serviço tiveram duas alternativas para registrar ocorrências: acessar a Delegacia Eletrônica  ou irem até uma das unidades da Polícia Militar que oferecem este serviço.

 

A Prodesp afirmou que o dia e o tempo de parada do sistema de Registro Digital de Ocorrências (RDO) foram definidos conjuntamente com a "Polícia Civil, de forma a causar o menor impacto possível nas atividades."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.