Sistema de emissão de passaportes fica fora do ar em São Paulo

Problema é na conexão com os servidores centrais; quem não foi atendido pode voltar em 10 dias no horário que preferir

O Estado de S. Paulo

12 Março 2014 | 19h04

O sistema de emissão de passaportes no Estado de São Paulo está lento e apresenta interrupções desde segunda-feira, 10, segundo a Superintendência Regional Polícia Federal. Nesta quarta-feira, 12, o sistema ficou fora do ar o dia inteiro.

O problema está localizado nos links de dados que ligam a Polícia Federal em São Paulo ao servidores centrais localizados na Coordenação Geral de Tecnologia da Informação da PF em Brasília.

A Polícia Federal afirma já ter solicitado reparos junto à empresa fornecedora dos serviços e aguarda a solução do problema. As prestadoras do serviço "informaram não conseguir prever prazo para a normalização dos serviços contratados de transmissão de dados", segundo a PF. "No contrato destas com a Polícia Federal há previsão de sanções pelas falhas técnicas, que serão aplicadas", disse o órgão em nota.

Os cidadãos agendados para a emissão e retirada do documento de viagem que não forem atendidos em seus horários deverão comparecer ao local previamente marcado dentro de 10 dias subsequentes ao agendamento, em data e horário que lhes forem mais convenientes, para atendimento.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.