Sistema Cantareira pode transbordar, alerta Sabesp

Comunidades ribeirinhas na zona norte de SP podem ficar inundadas se continuar chovendo acima da média

Solange Spigliatti, do estadao.com.br,

11 de janeiro de 2010 | 12h29

O Sistema Cantareira, uma das represas que abastecem a Região Metropolitana de São Paulo, localizado na zona norte da capital paulista, pode causar inundações nas comunidades ribeirinhas se continuar chovendo acima do esperado, alerta a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp).

 

Segundo dados da Companhia, o sistema está operando no limite; um relatório desta segunda-feira, 11, mostra que o volume na represa é de 97,5% da sua capacidade total de armazenamento e os níveis de água das represas que abastecem o sistema estão acima da situação de segurança.

 

O volume de água que é liberado durante as aberturas das comportas das represas do sistema Cantareira, entre elas as represas Cachoeira, Atibainha e Juqueri, é muito menor do que o volume de água registrado durante os temporais, relata a Sabesp.

 

Nos últimos dias, a empresa vem fazendo o descarregamento das águas da represa Atibainha numa média de 14 m³ por segundo, o que colabora com a contenção das águas, afirma a Sabesp. Na última quarta-feira, 6, o descarregamento foi de 14 m³ por segundo, quando a represa recebia 33 m³ por segundo no mesmo período. Já no dia 2, a vazão do rio era de 70 mil litros por segundo e as represas estavam liberando apenas 14 mil litros por segundo.

 

A ação de descarregamento, segundo a empresa, tem como objetivo garantir a segurança da operação das represas de Piracaia e Nazaré Paulista, formadoras do Rio Atibaia. A operação é feita com monitoramento diário, tanto das vazões de água como das condições das populações ribeirinhas e jusante das barragens, para evitar enchentes, garante a Sabesp.

 

A água produzida pelo Sistema Cantareira abastece 8,8 milhões de pessoas das zonas norte, central, parte da leste e oeste da capital, além dos municípios de Franco da Rocha, Francisco Morato, Caieiras, Osasco, Carapicuíba, São Caetano do Sul e parte dos municípios de Guarulhos, Barueri, Taboão da Serra e Santo André.

Mais conteúdo sobre:
SabespSão PauloCantareira

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.