Sindicato pede ao Governo de SP que explique o que causou a colisão entre trens

Corpo de Bombeiros contabilizam 33 vítimas da colisão na estação Carrão do Metrô

Gheisa Lessa - Central de Notícias,

16 de maio de 2012 | 12h30

São Paulo, 16 - O Sindicato dos Metroviários pedem que o Governo do Estado de São Paulo e a Secretaria de Transporte apurem as causas da colisão entre duas composições do Metrô na altura da Estação Carrão da Linha 3-Vermelha, na manhã desta quarta-feira, 16.

Em entrevista ao estadão.com.br, o diretor do Sindicato dos Metroviários, Alex Adriano Fernandes, afirmou que cabe ao Governo apurar o que causou a batida entre os dois trens. Ainda segundo Fernandes, todos os passageiros dos trens envolvidos na batida já foram retirados.

"Os dois trens continuam parados na estação Carrão, mas logo vamos tentar movimentar os trens para fazer a liberação da linha", afirma Fernandes. Ainda não há previsão de quanto tempo pode demorar essa operação, de acordo com o diretor do sindicato.

O Corpo de Bombeiros terminou o atendimento às vitimas do acidente por volta das 12h20 desta quarta e afirma que foram atendidas, no total, 33 vítimas. O Corpo de Bombeiros enviou 23 viaturas e 68 agentes para o resgate que foi realizado em parceria com equipes do Samu.

Tudo o que sabemos sobre:
colisãometrô

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.