Sindicato pede adicional de periculosidade

O Sindicato dos Comerciários de São Paulo ajuizou ontem ação civil pública com pedido de adicional de periculosidade contra as lojas do Shopping Center Norte e Lar Center. A justificativa é que os locais foram construídos sobre um lixão e o gás metano do material em decomposição poderia causar explosão. O adicional de 30% sobre o salário seria retroativo a 5 anos e beneficiaria 7 mil trabalhadores. Em outubro, o Center Norte foi interditado por 2 dias por causa do risco de explosão. Foi reaberto após colocar drenos.

O Estado de S.Paulo

12 Novembro 2011 | 03h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.