Sindicato de oficinas tenta indenização pelo fim de inspeção veicular

Ação defende que a gestão Haddad se responsabilize pelos prejuízos que causou às oficinas mecânicas

Adriana Ferraz e Caio do Valle, O Estado de S. Paulo

16 Março 2015 | 09h35

O Sindicato da Indústria de Reparação de Veículos e Acessórios de São Paulo (Sindirepa-SP) entrou na Justiça contra a Prefeitura por causa do fim do programa de inspeção veicular.

A ação defende que a gestão Haddad se responsabilize pelos prejuízos que causou às oficinas mecânicas. O presidente da entidade, Antonio Fiola, afirma que o setor investiu de R$ 15 milhões a R$ 20 milhões na pré-inspeção.

“Cerca de mil oficinas acreditaram no mercado e compraram equipamentos. A lista dos mecânicos chegou a ser divulgada no site da Secretaria Municipal do Verde e Meio Ambiente. O investimento só existiu porque havia o comprometimento do poder público. E agora?”, questiona Fiola.

Segundo o Sindirepa, o número de revisões mecânicas realizadas nas oficinas da capital caiu 20% com o fim do programa. “Muitos motoristas faziam manutenções preventivas, o que é ótimo para a segurança do tráfego, mas isso acabou.” 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.