Silêncio e lágrimas no vôo dos parentes das vítimas

Familiares desembarcaram e seguiram da pista de Cumbica direto para Congonhas

Mel Bornstein e Daiene Cardoso, estadao.com.br

18 de julho de 2007 | 13h01

Num clima de consternação, familiares das vítimas do acidente com o vôo 3054 da TAM chegaram às 11 horas desta quarta-feira, 18, no Aeroporto Internacional de Guarulhos (Cumbica) vindos de Porto Alegre. Segundo passageiros do vôo, pelo menos 60 parentes de vítimas desembarcaram em São Paulo e seguiram direto para Congonhas, na zona sul da capital.     Veja também: Lista das 186 vítimas do acidente O local do acidente Opine: o que deve ser feito com Congonhas?  Os piores desastres aéreos do Brasil A cronologia dos acidentes em Congonhas Conheça o Airbus A320 Galeria de fotos Assista a vídeos feitos no local do acidente Conte o que você viu e o que você sabe    Os familiares desceram da aeronave e embarcaram direto em três ônibus que os aguardavam na pista. Os parentes não concederam nenhuma entrevista. Segundo a TAM, os familiares ficarão hospedados em hotéis da cidade.     "O clima do vôo era desagradável. As pessoas choravam, mas não comentavam nada. Nós respeitamos o silêncio dos familiares", conta Eduardo Gordilho, um dos passageiros vindos de Porto Alegre.   Emocionada, Márcia Suzano, que veio no mesmo vôo, disse que todos estavam tristes, mas ninguém falava sobre o acidente. Outro passageiro afirmou que os familiares receberam tratamento diferenciado e que até a tripulação estava abatida. "Foi uma fatalidade", afirmou.     Pelo menos 190 pessoas, entre 186 à bordo do avião e cerca de cinco mortos no solo, estão entre as vítimas da tragédia. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública, 157 corpos foram resgatados do local e 63 foram examinados no Instituto Médico Legal.  Nove vítimas, sendo sete passageiros e dois pedestres já foram identificadas.   O presidente Luiz Inácio Lula da Silva determinou nesta quarta-feira a abertura de inquérito policial para apurar possíveis responsabilidades de autoridades.   Segundo sites especializados e agências internacionais, o acidente aéreo como Airbus da TAM foi o que mais causou vítimas em mais de cinco anos e está entre os 30 maiores da história. Com o número previsto de vítimas, o acidente será o mais trágico da história da aviação na América Latina.   

Tudo o que sabemos sobre:
vôo 3054

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.