Show de corruptos

Boato infame

TUTTY HUMOR, O Estado de S.Paulo

27 Março 2012 | 07h40

Ao contrário do que dizem no Twitter, Eike Batista não vendeu um tasco de sua holding por R$ 2 bilhões para pagar os honorários do criminalista Márcio Thomaz Bastos, advogado do filho do empresário no caso do atropelamento em Xerém! Vendeu porque era um bom negócio, e não se fala mais nisso, ok?

Mais em cima

O Flamengo não está nem um pouco preocupado com a possibilidade de uma nova cirurgia no calcanhar de Adriano. Como disse alguém dia desses numa reunião de diretoria do clube, "quem dera todas as mancadas do Adriano fossem decorrentes da falta de firmeza no tornozelo!"

Será?

Boa parte dos muitos quilos que o senador Demóstenes Torres aparentemente perdeu nos últimos anos pode estar guardada com Carlinhos Cachoeira. Só se fala disso nos encontros dos Vigilantes do Peso em Brasília!

Valeu o esforço!

Concentrado para as prévias de domingo passado no PSDB de São Paulo, José Serra abriu mão até de sexo no fim de semana para se manter focado na disputa.

Pinto no lixo

Jesus Pinto Luz, ex-namorado brasileiro da Madonna, anda agora pra cima e pra baixo nas colunas de celebridades com uma ex-bailarina do Faustão em ótimo estado de conservação. Quer saber? Está adorando, entre outras coisas, não ter de ir todo domingo ao ritual de cabala em Nova York.

O grande número de corruptos por esse Brasil afora cruzando os dedos diante da TV nas noites de domingo vem garantindo à Globo a liderança de audiência no horário do Fantástico. A torcida de cada um, no caso, é para que não seja ele próprio a bola da vez da câmera indiscreta do programa.

Imagina quantos milhares de funcionários de prestadoras de serviço contratadas pelo poder público em todo o Brasil já não ofereceram "de cinco a dez por cento" em licitação a um burocrata qualquer!

Some a isso o sem número de servidores que toparam a parada e, às 22h52 deste último domingo, o Ibope registrava 19,6 pontos para a Globo, seguida pelo SBT (8,9), Record (8), Rede TV! (2,2) e Band (1,9).

Claro que também colaborou - e muito - para tal performance a turma que gosta de zapear à procura de combustível para sua indignação com tudo-isso-que-aí-está.

Todo domingo, não falha, o Fantástico põe no ar pelo menos um cara de pau que, sem saber que está sendo gravado, se revela cretino por inteiro em flagrante indecência com dinheiro público.

Nem sob os edredons do Big Brother Brasil se vê tanta pouca vergonha - daí, imagina-se, a boa recuperação do programa de variedades da Globo no Ibope.

Jogo duro

As brasileiras Aryane Steinkopf e Andressa Urach, nomes que não deixam nada a desejar aos das melhores tenistas do mundo, se enfrentam em abril nas capas da Playboy e da Sexy, respectivamente. Que vença a melhor!

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.