Shopping terá 25 grifes que estreiam no País

O novo shopping paulistano já nasce buscando o título de "o mais luxuoso de São Paulo". Isso porque seu menu de vendas já destacava o interesse pela classe A. Ele terá um andar inteiro dedicado a grifes de altíssimo padrão e outro reservado para o que os especialistas em varejo chamam de "luxo acessível".

O Estado de S.Paulo

19 de maio de 2012 | 03h04

No novo empreendimento do Iguatemi, 25 grifes "estrearam" no Brasil. Entre elas estão marcas do grupo Richemont (Cartier, IWC, Panerai, Jaeger-LeCoultre), além de Goyard, Miu Miu, Lanvin, Nicole Miller, Tory Burch, Lacoste L!ve, Etiqueta Negra, Ladurée, Paula Cahen, Rapsodia, Vans, Coach e a primeira operação mundial da Gucci voltada ao público masculino.

Populares. Outro foco serão as operações do chamado "mercado de massa do exterior", como a britânica Topshop e a Zara Home, loja de decoração do grupo espanhol Inditex. Segundo o vice-presidente comercial da Iguatemi Shopping Centers, Rodolpho Freitas, a variedade é importante.

Em entrevista dada ao Estado há dois meses, ele ressaltou que o Brasil ainda não comporta um centro comercial totalmente voltado à altíssima renda. As lojas serão agrupadas de acordo com o perfil de público e o mix incluirá ainda marcas populares e tradicionais no Brasil, como Havaianas, Luigi Bertolli e Hering. / A.F.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.