Shopping Higienópolis entrega documentação para não fechar, diz assessoria

Funcionamento do local estava condicionado à locação de 470 vagas, que seriam somadas às 1.524 existentes no lugar

Estadão.com.br,

15 de junho de 2012 | 13h01

Texto atualizado às 17h45.

SÃO PAULO - O Shopping Pátio Higienópolis, localizado na zona oeste de São Paulo, informou ter encaminhado na tarde desta sexta-feira, 15, a documentação exigida pela legislação municipal para o funcionamento do estabelecimento.

Em nota, o shopping afirma que a apresentação dos documentos atendeu "o prazo estabelecido" pela Prefeitura. O centro de compras tinha até às 16h para apresentar o material. Foram solicitados também os contratos firmados com estacionamentos conveniados pela administração do shopping.

Técnicos da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), Subprefeitura Sé e da Secretaria de Coordenação das subprefeituras de São Paulo estiveram no estabelecimento por volta das 11h15 para realizar uma vistoria, determinada pelo prefeito Gilberto Kassab.

Segundo a coordenação, a administração do shopping não apresentou os documentos solicitados pelos fiscais, alegando a troca da empresa administradora.

Caso se comprove que o estabelecimento não mantém contratos de locação com estacionamentos próximos, a prefeitura pode fechar o shopping. O funcionamento do local estava condicionado à locação de 470 vagas, que seriam somadas às 1.524 existentes no lugar, para compor total mínimo exigido pela legislação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.