Shopping construído em área não aprovada é lacrado em SP

A subprefeitura da Mooca, na zona leste, interditou o Shopping Capital pela 3.ª vez em menos de um ano

Paulo R. Zulino, estadao.com.br

16 de junho de 2008 | 14h54

A subprefeitura da Mooca lacrou, na última sexta-feira, o Shopping Capital, localizado na Avenida Paes de Barros, 2.761, na Mooca, zona leste de São Paulo. Esta foi a terceira vez em menos de um ano que o estabelecimento acabou sendo interditado pela Prefeitura paulistana.   A lacração aconteceu porque a área do shopping excedia a prevista pela planta anteriormente aprovada. De acordo com a subprefeitura da Mooca, o projeto do Shopping Capital tratava de um prédio com 30 mil metros quadrados, mas foi construído o dobro dessa área.   A ação de fiscalização foi iniciada em 2006. Neste período, o estabelecimento foi intimado a fazer a regularização, mas, de acordo com a subprefeitura, não acatou os pedidos e teve de ser lacrado. Segundo a subprefeitura, o shopping tentou reabrir por força de liminar, mas três delas foram derrubadas até 2007. As multas recebidas pelo estabelecimento já somam R$ 39 mil.   A subprefeitura da Mooca informou que esgotaram-se os recursos para a regularização do shopping. Agora, para reabrir, a administração do estabelecimento deverá fazer as adequações e regularizar sua situação.

Tudo o que sabemos sobre:
MoocaPrefeituraShopping Capital

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.