Sete são presos por ataques em Santa Catarina

A Polícia Civil prendeu ontem em Joinville cinco suspeitos de praticar ações criminosas em Santa Catarina. Pelo menos dois são acusados de integrar a facção Primeiro Grupo Catarinense (PGC), responsável pelos ataques, segundo as investigações. Dois suspeitos foram presos em Blumenau.

JÚLIO CASTRO, ESPECIAL PARA O ESTADO, FLORIANÓPOLIS, O Estado de S.Paulo

07 de fevereiro de 2013 | 02h04

O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, ofereceu ao governo catarinense o envio da Força Nacional de Segurança Pública e das Polícias Federal e Rodoviária para ajudar a conter a onda de violência no Estado. O ministro ofereceu também vagas em presídios federais. A ajuda federal está sob análise.

Nos últimos 7 dias, houve 61 ataques em Santa Catarina, a maioria contra ônibus. / COLABOROU VANNILDO MENDES

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.