Sete são condenados por sequestro do filho de Maurício de Souza em 2008

Marcelo, de 9 anos, foi sequestrado junto com a mãe e o meio-irmão, Vitor, de 2 anos, em março de 2008; eles ficaram 19 dias em cativeiro, sendo libertados pela polícia

Priscila Trindade, estadão.com.br

20 Agosto 2010 | 20h11

SÃO PAULO - Sete pessoas foram condenadas na quinta-feira, 19, pela Justiça de São José dos Campos, no interior de São Paulo, por participação no sequestro da família do cartunista Mauricio de Sousa, em 2008.

 

Marcelo de Sousa, de 9 anos, foi sequestrado junto com a mãe, Marinalva Pereira dos Santos, e o meio-irmão, Vitor Hugo dos Santos, de 2 anos, no dia 19 de março de 2008.

 

Quatro homens armados chegaram à mercearia do pai de Marinalva, que fica em frente à casa onde mora a família da vítima, em São José dos Campos, no Vale do Paraíba. Os indivíduos levaram R$ 1.300 e um cheque de R$ 200 que estava no caixa do bar.

 

Em seguida, eles entraram na casa e fizeram as vítimas reféns e depois fugiram no carro da família. O grupo pretendia sequestrar apenas Marcelo, mas Marinalva implorou aos bandidos que não a separassem dos filhos.

 

Inicialmente, o preço do resgate foi estipulado em R$ 2 milhões, valor que foi sendo reduzido a cada negociação até chegar a R$ 800 mil. Maurício não efetuou o pagamento do resgate e os três foram libertados pela polícia dezenove dias depois do sequestro.

 

Segundo a Justiça, as penas aplicadas aos réus são as seguintes: Alessandro Rodrigues de Souza irá cumprir 30 anos e três meses de reclusão; Francisco Leandro dos Santos ficará preso por 26 anos e 7 meses; André Luiz Pedon da Silva ficará 15 anos na prisão; Walter Teixeira da Silva foi condenado a 22 anos e seis meses; Peterson do Nascimento Silva e Ademir da Silva terão de cumprir 15 anos de reclusão e Priscila do Nascimento 17 anos e seis meses. Outros quatro acusados serão julgados separadamente pela Justiça de São Sebastião.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.