Marcos Santos/USP Imagens
Marcos Santos/USP Imagens

Sete jovens envolvidas em tumulto na Fundação Casa são presas

Maiores de idade, garotas cumpriam medidas socioeducativas em unidade na Parada de Taipas e foram transferidas para cadeia

Felipe Cordeiro, O Estado de S.Paulo

25 Setembro 2018 | 19h50

SÃO PAULO - Sete jovens maiores de idade que cumpriam medidas socioeducativas se envolveram em um tumulto na unidade feminina da Fundação Casa da Parada de Taipas, na zona norte de São Paulo, no sábado, 22. Elas foram presas e transferidas para um centro de detenção provisória (CDP).

De acordo com a Fundação Casa, um grupo de 19 garotas se envolveu no tumulto por volta das 18 horas, das quais 12 eram adolescentes e sete tinham mais de 18 anos. Objetos foram queimados e destruídos.

Os funcionários do centro socioeducativo intervieram, com o auxílio do Grupo de Apoio da Fundação Casa, e controlaram a situação depois de cerca de uma hora.

As sete jovens com mais de 18 anos foram autuadas em flagrante pelo delegado de plantão e respondem criminalmente por dano qualificado ao patrimônio público, resistência e desacato. Na audiência de custódia, realizada nesta segunda-feira, 24, o juiz decidiu pela conversão prisão em flagrante em prisão preventiva.

Já as 12 adolescentes passarão pela Comissão de Avaliação Disciplinar (CAD), que avaliará as sanções que serão aplicadas.

A Fundação Casa informou, em nota, que a Corregedoria Geral do órgão instaurou sindicância para apurar o tumulto. "O Judiciário e os familiares foram informados sobre o ocorrido."

A unidade feminina da Fundação Casa da Parada de Taipas estava com 49 jovens em internação no dia da ocorrência. A capacidade do local é para 50 garotas. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.