Sessão da Câmara termina em pancadaria

A Câmara de Araçariguama, a 45 km de São Paulo, cassou por 7 votos a 1o a vereadora Liliana Medeiros Aymar (PPS), mulher do ex-prefeito Carlos Aymar, no domingo à noite. Ela é acusada de quebra de decoro. Antes da votação, Aymar invadiu o plenário para agredir o presidente da Mesa, vereador Milton da Costa (DEM). O tumulto se generalizou. A plateia arremessou cadeiras em vereadores. Do lado de fora houve pancadaria entre partidários de Aymar e da atual administração. Ninguém foi preso. Liliana vai recorrer.

, O Estado de S.Paulo

14 de junho de 2011 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.