Divulgação
Divulgação

Sessão ao ar livre no Ibirapuera apresenta vencedor de festival

'Branco sai, preto fica', melhor filme do ano no Festival de Cinema de Brasília, será exibido em programação dos Direitos Humanos 

O Estado de S. Paulo

11 Dezembro 2014 | 07h53

Acontece nesta sexta-feira, 12, a pré-estreia de Branco sai, preto fica, de Ardiley Queirós, em sessão ao ar livre no Parque Ibirapuera. A exibição do longa metragem é parte do projeto Cine Direitos Humanos, ação que integra a programação do Festival em comemoração à Dia Internacional dos Direitos Humanos, celebrado nesta quarta, 10.

O drama social Branco sai, preto fica foi o grande vencedor da última edição do Festival de Cinema de Brasília e levou, além do prêmio principal de melhor filme do júri oficial, as estatuetas de melhor ator, para Marquim do Tropa, e melhor direção de arte, para Denise Vieira.

Ambientado em Ceilândia, cidade satélite da capital federal, Brasília, o filme de cerca de 90 minutos mistura realidade e ficção ao abordar uma agressão policial e discutir os possíveis horizontes da sociedade diante das disparidades entre os homens. 

A sessão será às 20h, próximo ao Museu AfroBrasil. O acesso mais fácil é pelo portão 10, na Avenida Pedro Álvares Cabral. A programação do 2º Festival de Direitos Humanos Cidadania nas Ruas vai até domingo. Confira outros eventos no site da Secretaria Municipal responsável.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.