Servidores suspeitos de envolvimento em fraude na Prefeitura são exonerados

Ex-chefe de gabinete e auditor da Secretaria Municipal de Finanças têm saída publicada no 'Diário Oficial da Cidade'

O Estado de S. Paulo

07 Novembro 2013 | 09h19

SÃO PAULO - Foi exonerada na quarta-feira, 6, a servidora Paula Sayuri Nagamati, ex-chefe de gabinete da Secretaria Municipal de Finanças de São Paulo na gestão do ex-prefeito Gilberto Kassab (PSD). A decisão saiu publicada na edição desta quinta-feira, 7, do Diário Oficial da Cidade, em uma portaria do secretário de Governo do prefeito Fernando Haddad (PT), Antonio Donato Madormo.

Também perdeu suas funções na Prefeitura de São Paulo o auditor Moacir Fernando Reis, outro funcionário da Secretaria Municipal de Finanças. Sua saída, "a pedido", foi assinada por Donato e consta da mesma edição do Diário Oficial. Reis é suspeito de desvios de recursos e vem sendo investigado pela Controladoria-Geral do Município (CGM).

Paula Sayuri Nagamati  prestou depoimento acusando Donato de receber, em sua campanha a vereador, dinheiro da quadrilha que fraudava o Imposto sobre Serviços (ISS) arrecadado pelo município. Outro fiscal suspeito de envolvimento com o grupo, Arnaldo Augusto, também teve a saída anunciada.

Investigado por enriquecimento ilícito, Arnaldo Augusto foi secretário de Planejamento de Santo André entre 2009 e 2012, na gestão do ex-prefeito Aidan Ravin (PTB). Em 2009, levou o auditor fiscal Ronilson Bezerra Rodrigues, tido como um dos chefes dos fraudadores do ISS, para ser secretário adjunto.

Paula, por sua vez, foi chefe de gabinete da Secretaria Municipal de Finanças durante a gestão Kassab, quando o titular da pasta era Mauro Ricardo. Na gestão de Haddad, foi nomeada como supervisora técnica na Secretaria Municipal de Assistência Social (SMADS), a cargo de Luciana Temer (PMDB), filha do vice-presidente Michel Temer (PMDB).

Mais conteúdo sobre:
fraudeprefeituraexonerados

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.