Servidor é morto na frente de comitê

Supervisor de Habitação do Campo Limpo foi executado diante de escritório do vereador Antonio Carlos Rodrigues

O Estado de S.Paulo

18 de agosto de 2012 | 03h04

O supervisor de Habitação da Subprefeitura do Campo Limpo, Orlando Accácio Ferreira, de 54 anos, foi morto com três tiros, anteontem à noite, na frente do comitê eleitoral do vereador Antonio Carlos Rodrigues (PR), na Estrada de Itapecerica, zona sul de São Paulo. O responsável pelos disparos conseguiu fugir e não havia sido encontrado pela polícia até as 20 horas de ontem.

Uma câmera de vigilância na frente do comitê flagrou o momento em que Ferreira foi assassinado, às 18h40. Ele estava com outros partidários de Antonio Carlos Rodrigues, quando um homem desceu de uma moto e disparou três vezes. Pouco antes de o criminoso atingir Ferreira, as pessoas que estavam por perto se afastaram e o supervisor ficou sozinho, como único alvo.

Em seguida, o criminoso pegou a moto e voltou por onde veio, pela contramão da Estrada de Itapecerica, sem levar nada. Ele estava sozinho. As imagens mostram a clara intenção do criminoso em executar Ferreira e descartam qualquer possibilidade de uma tentativa de assalto.

O caso foi registrado no 37.º DP (Campo Limpo), mas será investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Além das imagens, a polícia não tem até agora nenhuma outra pista que leve ao atirador. / W.C.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.