Serviço de mensagem na internet ajuda PM a prender assaltantes

Vítima em Praia Grande pediu ajuda ao namorado em São Paulo pelo MSN e em poucos minutos viatura chegou ao local

Tiago Dantas, O Estado de S.Paulo

10 Fevereiro 2011 | 00h00

Uma mensagem enviada pelo MSN, programa de conversas instantâneas pela internet, levou a polícia a prender dois assaltantes na Praia Grande, na Baixada Santista, no começo da tarde de anteontem. Ao notar que o ferro-velho nos fundos da sua casa estava sendo assaltado, a estudante Raiza Bruneli, de 16 anos, escreveu "assalto SOS" ao namorado, que trabalha na cidade de São Paulo. O rapaz ligou para a polícia.

A ligação foi recebida pelo Centro de Operações da Polícia Militar (Copom) de São Paulo às 14h46. O namorado de Raiza informou o endereço do ferro-velho e contou como ficou sabendo do crime, que estava acontecendo a cerca de 80 quilômetros dali.

Segundo a PM, a informação foi passada também pela internet para o Copom de Santos, responsável pelo policiamento no litoral sul. A central de Santos, por sua vez, enviou, por rádio, a solicitação para uma viatura da Força Tática do 45.º Batalhão, na Praia Grande. Às 14h48, dois minutos após a ligação do jovem, os policiais chegavam ao ferro-velho.

Ao notarem a chegada da Polícia Militar, os três assaltantes tentaram fugir. Joel Vieira da Silva, foragido da Penitenciária de Mongaguá, e Fernando Henrique Cholodike da Silva, com passagem por tráfico de drogas e roubo, acabaram presos. Um terceiro suspeito fugiu de bicicleta, segundo a polícia.

Comunicação. Raiza contou ao SPTV, da Rede Globo, que sua mãe entrou em seu quarto e avisou que o ferro-velho estava sendo assaltado. "A minha reação foi escrever a mensagem "assalto SOS". Depois, fechei o MSN e o computador. Tinha de pedir ajuda por ali. Era o meu meio ali naquela hora", contou a jovem.

A mãe de Raiza, a comerciante Nair Calixto da Silva, de 41 anos, disse à polícia que esta foi a oitava vez que assaltantes tentaram roubar o ferro-velho que ela administra. "Os bandidos falaram que queriam dinheiro. Eu falei que não tinha. E aí a polícia chegou."

Os dois suspeitos foram levados à Delegacia da Praia Grande, onde foram autuados por roubo.

TRECHOS

" Eu quero pedir uma viatura. Pra Praia Grande"

"O que tá ocorrendo?"

"É um ferro-velho, na Vila Tupi. Tá sendo assaltado."

"Senhor, o senhor tá aqui em São Paulo, capital. O roubo ocorreu na Praia Grande?"

"Está ocorrendo."

"Mas como o senhor ficou sabendo que ta ocorrendo?"

"Pelo MSN."

"Tava falando com alguém lá?"

"Isso. Na verdade, minha namorada só me falou isso e ficou offline. Foi a menina que trabalha lá que informou."

"Cadastrado. A viatura vai pro local"

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.