Servente é preso por armazenar e revender produtos roubados na Grande São Paulo

Entre os objetos recuperados em Taboão da Serra estão joias, televisores e charutos cubanos

estadão.com.br,

28 de fevereiro de 2012 | 17h16

SÃO PAULO -  Um servente de 38 anos foi preso por revender e armazenar produtos roubados na manhã desta terça-feira, 28, em Taboão da Serra, na Grande São Paulo.

De acordo com a Polícia Civil, o preso era o responsável por receber os objetos roubados por bandidos envolvidos em invasões de casas e apartamentos, principalmente na zona sul da capital paulista.

Entre os objetos recuperados estão televisores, dezenas de pares de tênis, joias, instrumentos musicais e dezenas de charutos cubanos.

O servente foi preso durante investigação de agentes do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) sobre a atuação de um grupo que roubou uma joalheria em outubro do ano passado. No dia 14 deste mês, cinco integrantes da quadrilha foram presos.

O preso tinha a ajuda de vizinhos – um mecânico de 41 anos, um, de 23, e um garçom, de 38 – para armazenar os produtos. O material foi encontrado em três casas na Rua Tibúrcio Gonçalves, Jardim Silvio Sampaio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.