Sertanejo improvisado vira festa

Como o orçamento menor fez a Parada deste ano diminuir o número de trios nas ruas, comerciantes aproveitaram para tocar suas próprias músicas durante a festa.

/ J. D. , O Estado de S.Paulo

11 de junho de 2012 | 03h03

Na Consolação, estabelecimentos colocaram equipamentos de som nas calçadas e criaram pequenas baladas. O estilo musical era um pouco diferente do escolhido pelos trios: axé, sertanejo e até antigos hits da banda Mamonas Assassinas faziam parte do set list.

Participantes também improvisaram. Com um vestido florido justo e armado com uma enceradeira, Carlos dos Santos era levado pelo cunhado em cima de uma carroça, como as usadas por catadores de papel. Ele e alguns amigos compraram o carrinho, instalaram o som e conquistaram seguidores. "Infelizmente não tivemos dinheiro para um trio maior."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.