Serra veta lei que obrigaria portas com detector em bancos

Governador de São Paulo disse que município deve definir nível de segurança das instituições financeiras

Elvis Pereira, estadao.com.br

19 de maio de 2008 | 20h54

O governador de São Paulo, José Serra (PSDB), vetou na semana passada o projeto de lei 1.281/07, que previa a obrigatoriedade da instalação de portas com detector de metais em agências bancárias do Estado. A proposta, de autoria do deputado Marcos Martins (PT), havia sido aprovada pela Assembléia Legislativa em 2 de abril.   Câmara de SP aprova porta com detector de metais em bancos   Em sua decisão, Serra afirmou que, de acordo com a Constituição Federal, cabe ao município definir as normas de segurança a serem impostas a instituições financeiras.   Em nota, o Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região repudiou o veto. Segundo a entidade, o governador não considerou a audiência pública realizada na assembléia no último dia 5, quando representantes da categoria e da Polícia Federal defenderam a porta como um dos principais instrumentos para impedir assaltos.   Os bancários aguardam agora a posição do prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (DEM). Projeto semelhante passou pela Câmara Municipal na última quarta-feira, 14. O prefeito pode sancioná-lo ou vetá-lo.

Tudo o que sabemos sobre:
BancosJosé Serraportas giratórias

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.