Serra anuncia verba de R$ 55 mi para reformas na Imigrantes

Valor será usado em obras na região do litoral para evitar problemas como congestionamento no ano passado

Rejane Lima, O Estado de S.Paulo

18 Dezembro 2008 | 21h35

O governador de São Paulo, José Serra (PSDB), anunciou nesta quinta-feira, 18, a liberação de R$ 55 milhões para uma série de intervenções na Rodovia dos Imigrantes, em São Vicente, para melhorar o fluxo de veículos entre o planalto e o litoral sul. A obra que será executada pela prefeitura de São Vicente consiste na construção de três viadutos e três passagens de nível que vão eliminar seis semáforos da rodovia, facilitando o tráfego dos viajantes e da população que mora da área continental do município. O convênio entre a prefeitura e governo foi assinado durante a visita de Serra à Baixada Santista, onde o governador inaugurou dois viadutos e uma escola técnica (Etec).    Veja também:  Dicas no Blog do Verão09   Fotos de banhistas aproveitando o verão     Professores desmentem os mitos de fim de ano   Réveillon da Paulista quer atrair mais de 2 milhões de pessoas   Serra descreveu o trecho onde as obras serão construídas como "folclóricos" devido aos grandes congestionamentos que ali se foram principalmente durante a temporada de verão. "Isso vai aliviar tremendamente o trânsito não só pra são Vicente mas como para Praia Grande, Itanhaém, Mongaguá, Peruíbe, ou seja, toda a região".   De acordo com o prefeito reeleito de São Vicente, Tércio Garcia (PSB), a obra deverá ser concluída em um dois anos. "Se o processo licitatório correr como esperamos, iniciamos a obra no meio do ano que vem e concluímos dali a 18 meses", disse o prefeito, reafirmando que além de conforto aos visitantes, as intervenções darão mais segurança aos pedestres.   A sugestão dessas intervenções foi apresentada ao governo do Estado em 9 de janeiro, depois que um mega congestionamento paralisou a Rodovia dos Imigrantes no retorno dos turistas na virada do ano. Na ocasião, assim como prefeitura de São Vicente sugeriu as obras agora acertadas, a prefeitura de Praia Grande sugeriu a construção de uma ligação de 3.680 metros entre a Via expressa Sul, na altura na Vila Tupy, e a rodovia Padre Manuel da Nóbrega. Calculado em R$ 45 milhões, o projeto é chamado de Ramo 700.   O Secretário de Transportes de São Paulo, Mauro Arce, afirmou que há um plano de obras para a região que vai além das obras anunciadas hoje. "A análise do Ramo 700 é que nesse momento poderia ser postergada, mas havendo necessidade vamos executar. Mas a gente não pode analisar a estrada no dia 31 de dezembro de que ano for, porque nesse dia as coisas saem completamente fora, mas a gente vai acompanhar para verificar".   Cumprindo agenda na Baixada Santista, o governador José Serra inaugurou a primeira Escola Técnica (Etec) de São Vicente, no centro da cidade, e a oitava unidade da Região Administrativa de Santos. Também em São Vicente, Serra inaugurou um viaduto no Parque das Bandeiras, no KM 285 da rodovia Padre Manoel da Nóbrega, que eliminará os cruzamentos que dificultam a locomoção dos moradores de São Vicente e provocam congestionamentos.   Já em Cubatão, o governador participou da inauguração de um viaduto no Km 262 da Rodovia Cônego Domênico Rangoni (ex-Piaçaguera). "Essa é uma obra chave, estratégica, que vai beneficiar caminhões e automóveis. É uma obra que estava faltando, que há muito tempo queriam fazer e sempre havia complicações, mas nos conseguimos desatar os nos e fazer com que ela virasse realidade", disse Serra, lembrando que o viaduto facilitará o tráfego de caminhões que seguem para a margem esquerda do Porto de Santos, no Guarujá.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.