Seqüestro de taxistas termina em acidente em São Paulo

Ao ouvir que seria morto, motorista tentou virar o volante do veículo que capotou na região central

Ricardo Valota, do estadao.com.br; e Daniela do Canto, do Jornal da Tarde,

04 Dezembro 2008 | 03h53

Uma tentativa de seqüestro de dois taxistas terminou em acidente, por volta das 2h15 desta quinta-feira, na região da Consolação, área central da capital paulista. Cinco bandidos foram detidos. Um deles, de 25 anos, ficou preso nas ferragens e foi encaminhado, com ferimentos leves, para o Hospital das Clínicas.   Os taxistas Maurício José da Silva, 37, e José Belarmino da Silva Irmão, 56, conversavam dentro do Fiat Idea usado por Maurício quando dois bandidos os abordaram na esquina da alameda Barros com a rua Barão de Tatuí, em Santa Cecília. As vítimas foram colocadas no banco traseiro. Cerca de 300 metros à frente, o criminoso que estava ao volante parou o carro para que outros três bandidos entrassem. Foi nessa hora que Belarmino conseguiu sair do carro.   Na confusão, um dos três assaltantes que esperavam para se juntar à dupla não conseguiu entrar no Fiat. Os demais entraram no carro e deram prosseguimento na fuga. Na avenida Paulista junto à praça José Molina, no final da rua da Consolação, Maurício, que estava no banco de trás com outros dois bandidos, tentou pegar no volante, após ouvir que iria ser morto na "vila" para a qual eles estavam indo.   O criminoso perdeu a direção e capotou o veículo. Os três comparsas que estavam no Fiat fugiram a pé, mas foram detidos na rua da Consolação. O taxista sofreu apenas escoriações. Enquanto isso, Belarmino e o quinto assaltante entravam em luta corporal, pois o bandido queria dinheiro, mas não sabia que estava próximo de uma base comunitária da Polícia Militar. A vítima então gritou por socorro, permitindo a prisão em flagrante do criminoso.   Até as 5 horas, os cinco membros da quadrilha, com a qual policiais militares da 3ª Companhia do 07 Batalhão apreenderam um revólver calibre 32, não haviam sido identificados, mas foram reconhecidos pelas vítimas. Nove viaturas, sendo quatro dos bombeiros e cinco da Polícia Militar, foram acionadas para a região. O caso foi registrado no 04º Distrito Policial, da Consolação.   Texto atualizado às 5h20

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.