Senado aprova pela 2ª vez táxi hereditário

O Senado aprovou nesta semana a transmissão por herança das licenças de táxi - para filhos e cônjuge. O texto seguirá agora para sanção da presidente Dilma Rousseff. A norma, comemorada pelo presidente da Casa, Renan Calheiros (PMDB-AL), foi incluída no pacote da seca no Nordeste - alvo de medida provisória do governo. Ele foi o relator da lei que regulamenta a atividade de taxista, de 2011, mas Dilma havia vetado a hereditariedade.

O Estado de S.Paulo

14 de julho de 2013 | 02h05

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.