Sem metrô, SP registra 90 km de congestionamento

Pior trecho está na Marginal do Tietê, que apresenta 7,7 quilômetros de morosidade

Elvis Pereira, do estadao.com.br,

02 de agosto de 2007 | 17h44

Com metroviários em greve e o rodízio suspenso, as vias da capital acumulavam 90 quilômetros de congestionamento, às 17 horas desta quinta-feira, 2. O índice representa 11% dos 818 km monitorados pela Companhia de Engenharia de Tráfego (CET). A tendência, segundo a CET, é que o trânsito piore nas próximas horas.   Só uma linha do Metrô funciona totalmente e duas estão paradas Assembléia nesta quinta define fim da greve do Metrô em SP CET suspende rodízio em SP nesta quinta-feira Alternativas para o transporte Ônibus operam com Plano de Emergência Acompanhe na Rádio Eldorado notícias sobre a greve   No momento era difícil seguir principalmente pela Marginal do Tietê, que apresentava 7,7 quilômetros de morosidade, a partir da Ponte do Piqueri até a Rua Azurita, no sentido Ayrton Senna. Na Marginal do Pinheiros o trecho de lentidão reduzia para 3,1 quilômetros, entre as pontes Engenheiro Ary Torres e Cidade Universitária, no sentido Castello Branco.   A Avenida dos Bandeirantes tinha 3,6 quilômetros de trânsito pesado a partir da Marginal do Pinheiros até o Viaduto João Julião da Costa Aguiar, no sentido Imigrantes. Na Avenida Ibirapuera havia mais 3,2 quilômetros de lentidão, entre as avenidas Bandeirantes e Pedro Álvares Cabral, no sentido bairro.

Tudo o que sabemos sobre:
Trânsitogrevemetrô

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.