Sem luz após chuvas, escritórios em SP fecham mais cedo

Moradores relataram caos após temporal que atingiu a capital paulista nesta quinta-feira

Edison Veiga e Giovana Girardi, O Estado de S. Paulo

20 Outubro 2016 | 20h23

As chuvas que atingiram a capital paulista na tarde desta quinta-feira, 20, causaram alagamentos, queda de árvores e culminaram na morte de um homem, atingido pela fiação elétrica, na Lapa. Segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE).

Funcionários da Secretaria de Meio Ambiente, no bairro de Pinheiros, na zona oeste de São Paulo, tiveram de encerrar o expediente mais cedo por causa da falta de luz. Diversos escritórios da Vila Olímpia e do Itaim Bibi também interromperam os trabalhos. 

Moradores dos bairros de Sumaré, Pompeia, Lapa, Vila Madalena e Pinheiros, todos na zona oeste. relataram o caos, após o temporal. "Na frente da Lanchonete Real caiu um tronco de árvore no meio das duas faixas da Dr. Arnaldo. Os carros tinham de passar embaixo do tronco", disse Roberto Alves, morador do Sumaré. 

"Faltou luz, telefone, internet, sinal de celular, tudo", conta Daniela Roque sobre a situação de seu apartamento na Vila Madalena. De lá ela saiu para Pinheiros para poder continuar trabalhando e só foi encontrar luz em uma loja de Pinheiros, na Avenida Pedroso de Moraes. No caminho viu caos na rua, com faróis apagados. 

A amiga Fernanda Cavalcante, que trabalha nas proximidades da avenida Faria Lima e foi encontrá-la na loja, descreveu a situação: "Parecia o filme Ensaio sobre a Cegueira, com todo mundo andando sem saber para onde ir."

Nas redes sociais, as chuva foi tema de milhares de posts no início da noite. "São Paulo não funciona na chuva", escreveu Vitoria Prado, no Twitter. "Morrendo de medo da chuva em São Paulo. Sim, claro ou com toda a certeza?", comentou Isabela Gusman. "São Paulo alaga toda chuva forte de verão. Toda eleição vem promessa par acabar com enchente", postou Cris Porta. 

"Essa chuva linda que faz a velocidade de todo o tráfego de São Paulo diminuir em 100%", disse Mauricio Bello. "Gente, a chuva que passou agora há pouco por São Paulo deixou o estacionamento um caos. Alagou, tombou árvore, tem galho pra tudo que é lado", publicou Jenifer Rosa.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.