Werther Santana/Estadão
Werther Santana/Estadão

Sem chuva, nível do Cantareira cai de novo

Sistema de abastecimento da Grande São Paulo chega a 11,3% de sua capacidade de reserva de água nesta segunda-feira, 10

O Estado de S. Paulo

10 de novembro de 2014 | 10h23

SÃO PAULO - O nível de água do Sistema Cantareira, que abastece parte da Região Metropolitana de São Paulo, caiu novamente nesta segunda-feira, 10. Dados da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) indicam que a reserva das represas chega a 11,3%, ante 11,4% no domingo, 9. No sábado, havia 11,5%.

Segundo a empresa, a pluviometria do dia (ou seja, a taxa de chuva que caiu no local) é zero nesta segunda-feira. O Sistema Cantareira já está recebendo água do chamado volume morto, aquele que fica abaixo do nível das comportas das represas.

A situação não é melhor em outros sistemas de abastecimento hídrico da Grande São Paulo. No Alto Tietê, por exemplo, também houve queda de 0,1 ponto percentual entre domingo e segunda-feira, quando o volume acumulado de água era de apenas 8,2%.

No Sistema Guarapiranga, o patamar de reserva de água baixou, entre um dia e outro, de 36,6% para 36,4%. Já o Alto Cotia teve redução de 30,4% para 30,3%. 

O Sistema Rio Grande caiu para 66,8%, de um nível de 67,1% no domingo, e o Rio Claro baixou de 39,2% para 38,5%.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.